casa-de-festejos-0001
casa-de-festejos-0003
IMG_2876
_DSC0002
_DSC0061
_DSC0062

CASA DE FESTEJOS

O casario da Vila Operária - antiga fábrica de Fiação de Tecidos de Goiana (Fiteg), projetado pelo arquiteto João Evaristo, no final do século XIX e construído no início do século XX. É um conjunto arquitetônico completo, composto pela casa do gerente, dos operários, do dono, além do clube, onde todos se reuniam para o lazer. Em determinados momentos, a casa abria-se para a comunidade, que utilizava o cinema e participava de grandes festas realizadas na plataforma disposta em meio aos jardins existentes nos fundos do lote. Nos dias atuais ela é utilizada para festas e eventos da cidade.

Apesar de em certos momentos o público ter acesso à residência, o projeto da casa foi pensado para que houvesse privacidade para os moradores, garantida pela setorização que delimita claramente as diferentes áreas e a modalidade de acesso a elas. Os aposentos privados do patrão e de seus filhos menores, por exemplo, foram dispostos em um bloco situado no meio do jardim. Esta suíte trata-se de um espaço totalmente isolado do movimento de criados e visitantes, onde silêncio e privacidade estão assegurados. Atualmente, ela serve como local de apresentação de artistas variados para um público diversificado.


As noites de sábado, cada canto do casario estava iluminado, homens e mulheres davam gargalhadas e copos tilintavam para celebrar aquele momento de descontração. Os mais aventureiros, procuravam companhia para esquentar-lhes a cama, outros tentavam aumentar os rendimentos através dos jogos de azar. Num pequeno quartinho, com a janela aberta, lá estava ela ajoelhada em frente a imagem da santa e com a janela acesa. Agradecendo por mais um dia e pedindo à Deus proteção para toda aquela gente.

CATEGORIA  :  Monumentos e Praças,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.